Páginas

quinta-feira, 1 de julho de 2010


Eu poderia te chamar de muitas coisas, mas duvido que qualquer dessas palavras descreveria a importância que você tem pra mim.
Eu poderia dizer que te amo um milhão de vezes e, ainda assim, não expressaria tudo o que eu sinto por você.
Mesmo que eu gastasse toda a minha existência em busca de algo, ou alguém, que te substituísse em meu coração, seria em vão, pois há uma só forma nele, e é a sua.
Nem as estrelas do céu brilham tando quanto você na minha vida. Ou mesmo o sol a pino me aquece como seu sorriso. Também não há em toda a natureza beleza como seu amor.
De qualquer forma, você é sonho. Porque eu sonhei contigo e acabei confundindo o sonho com a realidade do meu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário