Páginas

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Eu Navego.


Eu navego
Pelo oceano que criei com minhs lágrimas.
E nele nadam frios, meus sentimentos mais sombrios.
Eu navego
Por onde a lua me guia.
Seguindo passos distintos,
Apenas por que fui impelido.
Eu navego, meu amor
Não pelo mar, ou pelo rio.
Mas dentro de seus olhos, onde me perco
Em seu azul mais profundo.
Eu navego...
Sozinha na imensidão.
Procuro sua mão, em desespero
Mas somente os espíritos compartilham de minha pequena canoa.
Eu navego,
Apenas por que você me pediu pra seguir em frente, meu amor.

Um comentário: